terça-feira, 30 de novembro de 2010

Dia do Marinheiro vs. Guerrilha Urbana no Rio

Vejam só que propaganda criativa:
Olá meus amigos e amigas!

Vocês já devem ter se perguntado: afinal, para que mesmo servem as Forças Armadas em um país como o Brasil? Nem, ao menos, participamos de guerras! Investir nos militares para que? Temos tantos outros problemas...

Bom, a propaganda televisiva acima desses questionamentos foi feita em comemoração ao próximo dia do Marinheiro - 13 de dezembro de 2010 - e visa a promover e divulgar as ações da Marinha do Brasil que, quase sempre, ocorrem sem a percepção da população urbana, salvo nos casos de extrema necessidade quando o próprio Estado de Direito solicita o apoio, ou até mesmo, a intervenção das Forças Armadas (FA) em grandes eventos de vulto internacional, a exemplo da Eco 92, ou ainda, no socorro médico a centenas de famílias ribeirinhas atendidas nos navios hospitais da Amazônia, etc.

No entanto, neste ano todos se lembrarão que na quinta-feira, dia 27 de novembro de 2010, a nossa Gloriosa Marinha do Brasil - e me refiro ao pessoal - , mais uma vez atendeu com prontidão e esmero - em apenas doze horas! - apoiando as ações da PMRJ durante a invasão da comunidade da Vila Cruzeiro. Com a ação que foi organizada entre os policiais e os Fuzileiros Navais do Batalhão de Logística - que utilizou tanques e carros de combate na operação - foi possível evitar que dezenas de policiais e inocentes perecessem no confronto direto com as centenas de traficantes ora residentes na comunidade.


Diante do Braço Armado Anfíbio do Estado eles simplesmente fugiram.

É bom que fique claro para que servem os militares e os investimentos em suas armas. São dedicadas horas, dias e meses de treinamento e até de privação do convívio familiar, simplesmente para estarem prontos! Ávidos pelo chamado do Estado e irrequietos a garantir, se preciso com a força, a paz!


Que a população do Rio de Janeiro - e do Brasil - reconheça o valor dos militares das FA e a sua pertença, bem como o seu necessário ofício, haja vista já ter se provado eficiente e eficaz dentro e fora do nosso pais!


Muito obrigado Fuzileiros Navais do Batalhão de Logística!


Foram, mais uma vez, providenciais para que o Estado, finalmente, se fizesse presente em locais que eram dominados pelo tráfico de drogas. 

Adsumus!!!


Marlon M4

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Você sabe o que é trepanação?

Fonte: blog da Super
De acordo com o blog da revista Super, achados arqueológicos mostram que a trepanação, cirurgia em que era aberto um buraco (geralmente de 2,5cm a 3,5 cm de diâmetro) no crânio das pessoas, já era feita em várias partes do mundo 40 mil anos atrás. A cirurgia era realizada em rituais religiosos para liberar a pessoa de demônios e espíritos ruins – quando, na verdade, ela era vítima de doenças mentais. Até hoje é realizada por algumas tribos da África e da Oceania para fins rituais e em alguns centros modernos de neurologia para aliviar a pressão intracraniana em caso de fortes pancadas na cabeça, por exemplo. Mas não só. “Se esse procedimento for feito por algum outro motivo, isso é bizarro e perigoso”, afirma Renato Sabbatini, neurocientista da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Mas existem organizações hoje que defendem essa técnica “como forma de facilitar o movimento do sangue pelo cérebro e melhorar as funções cerebrais que são mais importantes do que nunca para se adaptar a um mundo em cada vez mais rápida evolução”. Isso é o que diz o site de um grupo internacional em defesa da trepanação, que defende que qualquer pessoa que deseje melhorar suas funções mentais e sua qualidade de vida deve poder realizar o procedimento.


....

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Rede Wi-Fi pode matar árvores – Planeta Sustentável

Agora danou-se!!! Como é que agente vai fazer se até as conexões sem fio são prejudiciais para as árvores?

Estamos perdidos...

Mapa da violência no Rio de Janeiro

Veja os ataques no Rio a e reação da polícia

Mapa dos ataques do tráfico no Rio de Janeiro e a ação da Polícia Militar para conter os bandidos na semana de 21 de novembro de 2010.

sábado, 13 de novembro de 2010

Descoberta Vida Extraterrestre parte II

Descobertas mais recentes sobre os Prateados

Estrutura social:

Acredita-se que os Prateados possuam uma estrutura social complexa, na qual estabeleçam relações de troca entre os indivíduos dos diversos grupos sociais. Alguns indivíduos seriam responsáveis pela construção dos abrigos, enquanto outros seriam responsáveis pela manutenção das complexas redes coletoras de energia.  Não possuem moeda. Todas as relações comerciais se dão por meio de escambo. 
É possível que haja divisão entre classes, pois quase todos os ajuntamentos sociais conhecidos se utilizam dessa estrutura para serem bem sucedidos. 

Estrutura Política:

Provavelmente, não há um governo central. Talvez, as decisões sejam tomadas por um grupo de indivíduos mais experientes, como numa espécie de conselho de  anciãos. Entretanto, é possível que qualquer membro da sociedade,  que tenha uma questão  pertinente, possa contribuir de modo a somar esforços para o bem comum. 

Estrutura Cultural:

Há indícios que,  na sociedade dos  Prateados, não há escolas. Logo, a  transmissão de conhecimento à geração seguinte é responsabilidade da família. Como não há diferença entre gêneros (haja vista que são hermafroditos), todos desempenham os papéis em plena igualdade. A infância é caracterizada por um rápido período de assimilação dos preceitos fundamentais à sobrevivência, bem como da comunicação primordial ao convívio social. 
Não se constatou que haja qualquer manifestação religiosa, contudo é sabido que manifestam notória reverência aos antepassados.