segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Crianças que comem junk food têm QI mais baixo


Dieta de lixo afeta desenvolvimento

Todo mundo sabe que dietas saudáveis criam crianças saudáveis. E, aparentemente, criam bons cérebros também. De acordo com uma matéria da France 24 International News, citada pelo PlanetGreen, bebês que têm dieta alta em comidas processadas e açúcares podem ter um QI mais baixo quando crescerem. Isto está em um estudo publicado no Journal of Epidemiology and Community Health, da Inglaterra.

É o mais amplo estudo deste tipo já feito, e incluiu quase 14 mil crianças nascidas no oeste da Inglaterra entre 1991 e 1992. A informação foi compilada através de um questionário detalhado preenchido por pais, sobre a dieta de seus filhos. Foram incluídos na lista três padrões de dieta. Uma incluiu crianças que comeram  muito alimentos processados, outra uma dieta mais tradicional, com carnes e vegetais, e outra, mais "consciente", englobava crianças com dietas altas em frutas,  vegetais, macarrão e arroz.

Das 4000 crianças das quais se obtiveram dados, houve uma diferença notável de QI entre aquelas que comiam junk food  e aquelas de dietas mais conscientes na primeira infância - de 106 contra 101. A diferença pode parecer pequena, mas de acordo com a autora do estudo, Pauline Emmett, ficou aparente o impacto das dietas das crianças em sua habilidade de lidar com o conhecimento e com a vida. "E nós levamos em conta a educação materna, classe social e idade das mães, onde viviam, ambiente familiar, tempo em frente da tevê e coisas assim", diz ela. Segundo Emmett, a diferença ocorre pela falta de nutrientes necessários a um crescimento saudável.

Foto: Creative  Commons


Fonte: Planeta Urgente

...