terça-feira, 3 de maio de 2011

O que é Dengue?

A dengue é uma doença endêmica instalada no Brasil, causada por um vírus e transmitida pela picada de um mosquito, o Aedes aegypti. No verão ocorre o agravamento da situação com a possibilidade de surgimento de epidemia. Há dois tipos de dengue: a clássica e a hemorrágica. Geralmente, quando contaminada pela primeira vez, a pessoa contrai a dengue clássica. Em uma segunda contaminação, existe um risco maior de se contrair a dengue hemorrágica, que é muito mais grave e pode levar à morte.

DESENVOLVIMENTO DA DOENÇA
  • O mosquito infectado pica o homem;
  • O vírus se dissemina pelo sangue e se instala preferencialmente no tecido  que envolve os vasos sangüíneos;
  • A multiplicação do vírus nesse tecido provoca a inflamação dos vasos e o sangue circula mais lentamente. Com a circulação mais lenta, é comum que a parte menos densa do sangue extravase. O sangue torna-se mais espesso e pode coagular provocando trombos (entupimentos). Além disso, a circulação lenta prejudica a oxigenação e nutrição ideal dos órgãos;
  • Com o tempo, se não houver tratamento específico, pode haver um choque circulatório. O sangue deixa de circular, os órgãos ficam prejudicados e podem parar de funcionar. Isso leva à morte;
  • Uma vez contaminado, o homem demora entre dois e 15 dias para sentir os sintomas da doença;
  • Há um período para que o mosquito se contamine ao picar um homem, esse período vai desde o dia anterior à febre até seis dias depois dessa. Fora desse tempo, o mosquito pica e não se contamina; e
  • Depois de picar o homem, só depois de oito dias o Aedes consegue contaminar outro homem.
SINTOMAS
  • Manchas vermelhas em todo o corpo, As chamados exantemas. Como o vírus se instala também próximo aos vasos, é comum que esses inflamem e fiquem evidentes na pele; e
  • Prostração, indisposição, dor de cabeça, dor atrás do olho.
IMUNIDADE
  • O homem só desenvolve imunidade permanente para o tipo de vírus que contraiu. A doença pode reincidir com outro sorotipo. Essa repetição é a que oferece perigo de Dengue Hemorrágica.

O QUE DEVE SER FEITO QUANDO HÁ SUSPEITA DE DENGUE?
  • Procurar atendimento nos Ambulatórios e Hospitais logo no começo dos sintomas. Diversas doenças são muito parecidas com a Dengue, e têm outro tipo de tratamento;
  • Beber bastante líquido, evitando-se as bebidas com cafeína (café, chá preto). Não é preciso fazer nenhuma dieta;
  • Não tomar remédios por conta própria. Todos os medicamentos podem ter efeitos colaterais e há alguns que podem até piorar a doença. A Dengue não tem tratamento específico. Os medicamentos são empregados para atenuar suas manifestações (dor e febre);
  • Informar ao médico se estiver em uso de qualquer remédio. Alguns medicamentos utilizados no tratamento de outras doenças (Marevan®, Ticlid® etc.) podem aumentar o risco de sangramentos;
  • Não tomar nenhum remédio para dor ou febre que contenha ácido acetil-salicílico (AAS®, Aspirina®, Melhoral® etc.) - que pode aumentar o risco de sangramento; e
  • Os antiinflamatórios (Voltaren®, Profenid ® etc) também não devem ser utilizados como antitérmicos pelo risco de efeitos colaterais, como hemorragia digestiva e reações alérgicas.
O QUE FAZER PARA DIMINUIR O RISCO DE PEGAR DENGUE?
  • O Aedes aegypti é um mosquito doméstico, que vive dentro ou nas proximidades das habitações. O único modo possível de evitar ou reduzir a duração de uma epidemia e de impedir a introdução de um novo tipo de vírus é a eliminação dos transmissores. Isso é muito importante porque, além da dengue, o Aedes aegypti também pode transmitir a febre amarela.
  • O "fumacê" é útil para matar os mosquitos adultos, mas não acaba com as larvas. Por isso, deve ser empregado apenas em períodos de epidemias com o objetivo de interromper rapidamente a transmissão. O mais importante é procurar acabar com os criadouros dos mosquitos. Qualquer reservatório de água relativamente limpa e parada, inclusive em plantas que acumulam água (bromélias), pode servir de criadouro para o Aedes aegypti.
O QUE PODE SER FEITO PARA ELIMINAR O MOSQUITO QUE TRANSMITE O DENGUE?

  • Não devem ser deixados expostos objetos que possam acumular água da chuva. Os recipientes de água devem ser cuidadosamente limpos e tampados. Não adianta apenas trocar a água, pois os ovos do mosquito ficam aderidos às paredes dos recipientes. Portanto, o que deve ser feito, em casa, escolas, creches e no trabalho, é:
  1. substituir a água dos vasos das plantas por terra e esvaziar o prato coletor, lavando-o com auxílio de uma escova;
  2. utilizar água tratada com água sanitária a 2,5% (40 gotas por litro de água) para regar bromélias, duas vezes por semana. 40 gotas = 2ml;
  3. não deixar acumular água nas calhas do telhado;
  4. não deixar expostos à chuva pneus velhos ou objetos (latas, garrafas, cacos de vidro) que possam acumular água;
  5. acondicionar o lixo domiciliar em sacos plásticos fechados ou latões com tampa; e
  6. tampar cuidadosamente caixas d'água, filtros, barris, tambores, cisternas etc.
O QUE DEVE SER FEITO NO HOSPITAL:
  1. O paciente deve se dirigir ao Serviço de Atendimento de Emergência/Urgencia;
  2. Emergência deve ser atendido por um médico e realizará exames laboratoriais julgados pertinentes;
  3. Após a avaliação clínica e resultado dos exames laboratoriais, se classificado como Dengue Simples, o paciente deve receber Hidratação.
  4. 4. Os pacientes que apresentam quadro mais grave de Dengue ou os que os exames já confirmem tratar-se de Dengue Hemorrágica, devem ser mantidos sob observação, ou ainda, podem vir a ficar internados em um Hospital.
...