segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Tênis Adidas Hellbender com defeito‏


Eu, assim como outros consumidores da marca adidas, adquiri um tênis Adidas Hellbender que apresentava um pequeno defeito na costura - normal nesse modelo - que mais tarde acabou rasgando e abrindo ainda mais! O Pior é que, quando eu cheguei em casa depois de comprá-lo, eu sabia que o buraquinho iria abrir.
Bom, mas, pelo preço do calçado e pelo prestígio da marca, eu resolvi tentar um reparo - de preferência - ou uma substituição do produto. Porém, hoje, quando liguei para empresa eles disseram que o defeito não era de fabricação e que o produto já havia sido postado de volta para mim sem nenhum reparo.

Eis a minha "via crucis" para que todos compreendam, saibam e não comprem esse tênis:

Primeiro e-mail enviado, com três fotos do produto:

De: Marlon Magno (marlonm4@gmail.com)
Enviada: terça-feira, 28 de junho de 2011 22:05:10
Para: atendimentoadidas@adidas.com

Boa noite,

Sou consumidor dos produtos Adidas há pelo menos quinze anos. Adoro, principalmente, os calçados da Adidas, bem como a tecnologia empregada neles.
Recentemente, comprei dois tênis Hellbender no Plaza Shopping em Niterói, um para mim e outro para a minha namorada, como já havia tido um Hellbender em 2003, eu já conhecia o modelo e gostava muito da proposta do calçado, "Destination: anywhere", esse tênis é ótimo, pois ele não fica encharcado e os modelos novos, com menos neoprene, são mais resistentes e não rasgam a toa - pelo menos foi o que eu pensei! -, daria até para andarmos de moto.
Assim que comprei os tênis fiquei muito satisfeito. Ao chegar em casa vi um pequeno, e quase imperceptível, buraco que, na verdade, era uma imperfeição na costura da malha de nylon com a parte de borracha do bico do calçado. Depois disso, fiquei decepcionado com o produto que, na verdade, deveria ser capaz de aguentar a pressões de atividades como trilha e esportes radicais. Saliento que não pratico esportes radicais e nem faço trilhas, entretanto, com menos de seis meses de uso, o tênis apresentou um elevado nível de obsolescência, o que é incompatível com os produtos Adidas que tive anteriormente.
Com a experiência que tenho de usuário desses materiais e pelo conhecimento e familiaridade que adquiri quando trabalhei em uma loja de calçados, eu sabia que aquele furo iria aumentar com o ato de caminhar. No entanto, ignorei a minha intuição e, por não querer ficar sem o tênis que acabara de comprar, decidi correr o risco de continuar usando o calçado. Não deu outra, o furo aumentou e aumenta a cada dia. Já pensei em levar a sapatarias especializadas, também já pensei em tentar cingi-lo eu mesmo e, como é preconizado no CDC que os bens duráveis só tem garantia de 90 dias, acabei não levando à de volta a loja.
Contudo só me restou procurar os senhores - a marca -, até porque, não poderia deixar de acreditar no compromisso da marca Adidas para com a qualidade de seus produtos. Resolvi informar-lhes, sobretudo, a título de pleito, o acontecido para que os senhores possam me orientar em relação a alguma possível análise e/ou reparo do tênis, que ainda está novinho, mas com o pequeno e crescente buraco.
Encaminho-lhes as fotos do tênis, do selo de garantia e do cupom fiscal. Aguardo uma resposta e peço a vossa consideração. Desde já agradeço.

Encarecidamente,

Marlon Magno Monteiro Machado

 - - -

Resposta da Adidas:

De: S.A.C Adidas (atendimentoadidas@adidas.com)
Enviada: quarta-feira, 29 de junho de 2011 09:15:28
Para: marlonmagno@hotmail.com

Prezado Marlon,

Agradecemos seu e-mail, em resposta ao mesmo, esclarecemos que dispomos de um Serviço de Análise para produtos com supostos defeitos no qual cada artigo recebido é minuciosamente analisado de forma que possamos identificar com precisão se o problema ocasionado é realmente uma falha na fabricação.
No caso de defeito é efetuada a troca. Informamos que precisamos de algumas informações sobre como ocorreu tal dano em um de nossos produtos, assim como identificar o modelo. Para isto, entraremos em contato no telefone mencionado em seu e-mail para coletarmos os dados necessários. Esclarecemos que suas informações foram registradas em nosso SAC através do número 70962.
Lembramos que o Serviço de Atendimento ao Consumidor adidas está à sua disposição para quaisquer esclarecimentos e aproveitamos a oportunidade para reforçar a importância de se guardar a Nota Fiscal ou Cupom de Compra.

Atenciosamente.

SAC adidas Brasil
0800556277 ou (11) 21612961
www.adidas.com.br

 - - -

Minha resposta:

De: Marlon Magno [marlonmagno@hotmail.com]
Enviado: quarta-feira, 29 de junho de 2011 18:19
Para: Atendimento, adidas
Assunto: Referente ao Registro nº 70962

Referente ao Registro nº 70962

Boa tarde,

Obrigado, mais uma vez, pela consideração. Gostaria de dizer que havia tentado enviar as fotos, que tirei do tênis, anexas ao meu e-mail anterior, mas, infelizmente, não foi possível. Então, encaminhei sem as fotos mesmo.
Caso seja de interesse do SAC adidas Brasil, ainda posso enviar as mesmas fotos por este e-mail. Aproveito também de deixar outros números de contato, pois estou de férias
no trabalho, são eles:

(21) ####-8844 casa

(21) ####-6831 cel Oi

(21) ####-0317 cel Tim

Outrossim, aguardo o vosso contato para esclarecer qualquer dúvida.

Sinceramente,

Marlon Magno

- - -

Resposta da Adidas:

De: S.A.C Adidas (atendimentoadidas@adidas.com)
Enviada: quinta-feira, 30 de junho de 2011 11:33:29
Para: marlonmagno@hotmail.com

Prezado Marlon,

Agradecemos seu breve retorno e informamos que entraremos em contato através dos telefones mencionados para darmos continuidade ao seu atendimento.
Lembramos que o Serviço de Atendimento ao Consumidor adidas está à sua disposição para quaisquer esclarecimentos e aproveitamos a oportunidade para reforçar a importância de se guardar a Nota Fiscal ou Cupom de Compra.

Atenciosamente.

SAC adidas Brasil
0800556277 ou (11) 21612961
www.adidas.com.br

- - -

Outro contato feito por mim sob orientação da Adidas:

De: Marlon Magno (marlonm4@gmail.com)
Enviada: sábado, 23 de julho de 2011 20:53:31
Para: atendimentoadidas@adidas.com
5 anexos (total de 1734,7 KB) Cupom Fis...pdf (125,3 KB) Garantia_...pdf (141,8 KB) Nota_7096...pdf (143,7 KB)

Boa noite,

Conforme tratado por telefone, eis os documentos solicitados.

Desde já agradeço e peço consideração.

Encarecidamente,

Marlon Magno

- - -

Resposta da Adidas:

De: S.A.C Adidas (atendimentoadidas@adidas.com)
Enviada: segunda-feira, 25 de julho de 2011 11:50:13
Para: marlonmagno@hotmail.com

Prezado Marlon,

Agradecemos seu e-mail e informamos que recebemos seu comprovante de compra, porém ele será analisado pelo departamento responsável. Caso não receba um contato de nosso SAC dentro de três dias úteis, orientamos que entre em contato conosco para que possamos verificar o andamento de seu atendimento.
Lembramos que o Serviço de Atendimento ao Consumidor adidas está à sua disposição para quaisquer esclarecimentos e aproveitamos a oportunidade para reforçar a importância de se guardar a Nota Fiscal ou Cupom de Compra.

Atenciosamente.

SAC adidas Brasil
0800556277 ou (11) 21612961
www.adidas.com.br

- - -

Envio de documentos pela Adidas:

De: atendimentoadidas@adidas.com
Enviada: quarta-feira, 3 de agosto de 2011 09:31:35
Para: marlonmagno@hotmail.com; marlonm4@gmail.com

SR. MARLON MAGNO MONTEIRO MACHADO,

R. XXXXXXXX XXXXXX, 869, JARDIM XXXXXXX
#########, XXXXX XXXXX, RJ

Agradecemos seu contato com a adidas do Brasil e informamos que seu atendimento foi registrado em nosso SAC sob número  70962.
Anexa a essa Carta, segue habilitação de postagem para que seu produto seja enviado pelos Correios para avaliação técnica.
Solicitamos que utilize o espaço abaixo para fazer uma breve descrição do ocorrido com o produto reclamado, e enviar essa carta junto com o produto para análise.
Ex.: Descrição do ocorrido : (...)
Respeitando o Código de Defesa do Consumidor, esclarecemos que em até 30 dias após o recebimento de seu artigo em nosso laboratório, informaremos se seu pedido foi deferido ou não. Caso seja constatado defeito de fabricação, a adidas irá repor o produto por um novo. Como mantemos nossas coleções sempre atualizadas, com aplicação de novas tecnologias e cores, o artigo reclamado poderá não estar disponível para substituição, sendo assim, faremos a reposição por um produto da mesma espécie, categoria, valor e com tecnologia similar ao produto com defeito.
 Caso não seja constatado defeito de fabricação, devolveremos o artigo reclamado com o Laudo.

Atenciosamente,

SAC adidas Brasil
0800556277 ou (11) 21612961
www.adidas.com.br

- - -

Minha dúvida que não foi respondida, só quando liguei para a central:

De: Marlon Magno [marlonmagno@hotmail.com]
Enviado: quarta-feira, 3 de agosto de 2011 18:03
Para: Atendimento, adidas
Assunto: RE: Habilitação de Postagem e Carta de Próprio Punho.

Boa tarde,

Recebi o e-mail e vou enviar o produto. Só tenho uma dúvida, posso digitar a carta e imprimi-la para enviar ao invés de escrevê-la? Minha letra não é muito legível. Desde já agradeço.

Marlon Magno

- - -

Outra tentativa:

De: Marlon Magno [marlonm4@gmail.com]
Enviado: quinta-feira, 21 de julho de 2011 18:16
Para: Atendimento, adidas
Assunto: Referente ao Registro nº 70962‏

Boa tarde,

Referente ao Registro nº 70962‏, ainda estou aguardando o contato.

Desde já agradeço e peço consideração.

Marlon Magno Monteiro Machado

- - -

Enfim, depois de muito aborrecimento, consegui enviar o produto para São Paulo, ou seja, fiquei sem tênis. Acabei comprando um tênis novo, só que dessa vez, da marca Nike.
Fiquei sem retorno nenhum até hoje quando ao ligar eles me disseram que o problema era meu. Logo, só me resta reclamar aqui e mandar o tênis para um sapateiro que o conserte pois ele me custou muito caro. Espero que não aconteça o mesmo com o outro que comprei para a minha namorada.
Adidas, eu vou ficar um bom tempo sem comprar!


Marlon M4




Atualizando:

Ora, vejam só vocês, hoje a tarde - no mesmo dia dessa postagem - o tênis chegou com uma cartinha do remente:

adidas do Brasil Ltda.
Rua Pataxós, 241
Jd. Magali - Embu - SP
06833-073

A carta diz o seguinte, ipsis litteris:
"Obrigado por entrar em contato com a Adidas.
O nosso objetivo é a satisfação do consumidor e a sua colaboração é fundamental para a manutenção e aprimoramento da qualidade dos nossos produtos.
Após a analise efetuada do produto não constatamos nenhum defeito ou irregularidade que configurasse erro de fabricação. Sendo assim, não efetuamos a troca do produto que está sendo devolvido."

E alguém assina no final.

É, pelo jeito, não adianta perder tempo enviando o produto pra São Paulo. Eles realmente acham que eu estou de sacanagem. De repente, eu não tenho mais nada pra fazer e resolvi tentar levar vantagem em um tênis pra variar. Sinto-me lastimado, lamentável ter que ser tratado assim!
E ainda tem mais, eu mandei o certificado de garantia e eles não me devolveram. Por que será?
Outra pergunta: onde está o tal laudo técnico que me prometeram?

Mas é assim, bola pra frente. É só não comprar mais e continuar fazendo marketing negativo pra adidas.
Mas, o pior mesmo será consertar o tênis se eu quiser usá-lo de novo.

Indignado,

Marlon M4

- - -

Vejam a resposta da empresa, diante da reclamação no Reclame Aqui:

Prezado Marlon,

Agradecemos seu contato e pedimos desculpas pela demora no retorno.
Em resposta a sua manifestação no site Reclame Aqui, esclarecemos que dispomos de um Departamento de Análise com profissionais treinados e qualificados a identificar se o problema ocasionado trata-se de uma falha na fabricação, após todos os testes laboratoriais não foi constatado defeito, sendo este laudo conclusivo.

Lembramos que o Serviço de Atendimento ao Consumidor adidas está à sua disposição para quaisquer esclarecimentos e aproveitamos a oportunidade para reforçar a importância de se guardar a Nota Fiscal ou Cupom de Compra.

Atenciosamente.

SAC adidas Brasil
0800556277 ou (11) 21612961
www.adidas.com.br

- - -

Eis a minha réplica:

Prezados da adidas,

Tudo bem, consideremos isto então: onde está esse tal laudo laboratorial conclusivo? Seria aquela ínfima cartinha de desculpas que veio com o tênis? Qual é o profissional qualificado que assina esse laudo fictício nunca visto? Já que vocês explicitam que eu estou mentindo nas minhas declarações e observações a cerca da obsolescência programada do produto, verificada a partir do fato relatado, porque vocês não me enviaram documentos comprobatórios e transparentes que elucidassem a metodologia de tais testes laboratoriais, se é que foram realmente feitos. Ora, convenhamos, vocês nem, ao menos, devolveram-me o certificado de qualidade e de garantia do tênis que vos enviei intactos, etiquetados no produto! Isso é uma falta de respeito. Aqueles certificados eram meus. Vocês os jogaram fora?


Outrossim, eu gostaria de dizer que não queria um tênis novo. Não quero! De maneira alguma. Uma media remediadora bastaria. Eu comprei dois tênis adidas Hellbender! Isso porque já havia tido um em 2003.

Sou um cliente, ou melhor, era um cliente adidas "fervoroso", agora vou ter de usar o meu "fervor" para a despromoção do seu produto, infelizmente.

Marlon M4


- - -

Resposta de O Globo:

de: Envio Defesa do Consumidor - Infoglobo respostaconsumidor@oglobo.com.br
para: marlonm4@gmail.com
assunto: Defesa do Consumidor
enviado por: oglobo.com.br 

Rio de Janeiro, terça-feira, 4 de outubro de 2011

Prezado (a) leitor(a) MARLON MAGNO MONTEIRO MACHADO

A seção "Defesa do Consumidor" do Globo recebeu sua reclamação e entrou em contato com a empresa citada, (ADIDAS DO BRASIL) na tentativa de intermediarmos uma solução para o seu problema. No entanto, ela não nos enviou resposta. Passado o prazo de 15 dias, cobramos novamente uma posição, mas, mesmo assim, não obtivemos sucesso. Encerramos assim nossa intervenção, pois não temos como obrigar que as empresas respondam às reclamações. Caso a empresa tenha resolvido o problema, desconsidere esta mensagem, mas se não resolveu, sugerimos que a solução seja tentada na Justiça ou em outros órgãos de defesa do consumidor. Como forma de denunciar o fato, sempre publicaremos a lista das que não respondem às cartas enviadas para esta coluna.

Agradecemos sua atenção,

Defesa do Consumidor
Jornal O GLOBO

Referência: 246524

Gerência de Relacionamento com o Cliente
Ediê Câmara /João Vitor / Márcia Bastos / Monaliza Santos
Tel.: 21 2534-5200
Site: www.oglobo.com.br
...

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Itens Verificados pela Vistoria Veicular Anual

Na vistoria dos veículos em geral, são checados os seguintes itens:

Sistema Elétrico - Examinar a bateria, cabos, fiação e conexões, verificando o estado geral e fixação.

Sistema de Iluminação
Faróis principais (Art. 92 RCNT, Anexo II e IV à Res. 680/87, Res. 809/95) - Examinar o estado geral, regulagem, posicionamento, comutação e cor da luz emitida;
Faróis de neblina (Anexo II e IV à Res. 680/87, Res. 809/95);
Faróis de longo alcance (Anexo II e IV à Res. 680/87, Res. 809/95);
Lanternas de iluminação da placa traseira (Art. 92 RCNT, Anexo II e IV à Res. 680/87, Res. 809/95);
Luzes-piloto (Anexo IV à Res. 680/87, Res. 809/95).

Sistema de Sinalização
Lanternas indicadoras de direção (Art. 92, Anexo II e IV à Res. 680/87, Res. 809/95);
Lanternas intermitentes de advertência (Art. 92, Anexo II e IV à Res. 680/87, Res. 809/95);
Lanternas de freio (Art.92, Anexo II e IV à Res. 680/87, Res. 809/95);
Lanternas de freio elevada (Anexo II e IV à Res. 680/87, Res. 809/95);
Lanternas de marcha ré (Anexo II e IV à Res. 680/87, Res. 809/95);
Lanternas de posição (Anexo II e IV à Res. 680/87, Res. 809/95);
Lanternas de neblina traseira (Anexo II e IV à Res. 680/87, Res. 809/95);
Equipamentos Obrigatórios - Os equipamentos obrigatórios definidos abaixo devem ser examinados, quanto à sua existência, funcionamento, estado geral, dimensões, fixação e posicionamento.

De acordo com o Art. 89 do CNT e Art. 181 do RCNT, é proibido a todo condutor de veículo: XXX - transitar com o veículo: b) com defeito em qualquer dos equipamentos obrigatórios ou com sua falta; Penalidade: Grupo 3 e retenção do veículo para regularização.
Espelhos retrovisores, interno e externo (Art 92, Res. 479/74, e Res. 809/95) - Deve-se verificar se está danificado ou com visibilidade insuficiente, e se há fixação ou ajuste deficiente.

Limpadores de para-brisa (Art 92 e Res. 809/95) - Deve-se verificar a existência dos dois limpadores/lavadores e se estão conformes, e se há funcionamento, fixação e/ou conservação deficientes.

Pala Interna de Proteção contra o Sol (para-sol) para o condutor (Art 92 e Res. 809/95) - Deve-se verificar se há fixação e/ou conservação deficiente. O para-sol para o condutor é um importante equipamento obrigatório, servindo para impedir que os raios de sol frontais ofusquem a visão do motorista, causando cegueira momentânea, podendo provocar acidentes.

Velocímetro (Art 92 e Res. 809/95) - Deve-se verificar existência, e se há uma conservação eficiente.

Buzina (Art 92 e Res. 809/95) - Deve-se verificar existência, e se há um funcionamento eficiente. De acordo com o Art. 89 do CNT - É proibido a todo condutor de veículo: XXV - usar a buzina a) à noite, nas áreas urbanas; b) nas áreas e nos períodos em que esse uso for proibido pela autoridade de trânsito; c) prolongada e sucessivamente, a qualquer pretexto; d) quando sem necessidade e como advertência prévia, possa esse uso assustar ou causar males a pedestres ou a condutores de outros veículos; e) para apressar o pedestre na via pública; f) a pretexto de chamar alguém ou quando se tratar de veículo à frete, para angariar passageiros; g) ou equipamento similar com som ou frequência em desacordo com as estipulações do Conselho Nacional de Trânsito;

Dispositivo de Sinalização Luminosa ou Refletora de Emergência, independente do circuito elétrico do veículo (triângulo de segurança) (Art 92, Res. 604/82 e Res. 809/95) - Deve-se verificar a conservação do equipamento. O triângulo de segurança indica aos motoristas que há um veículo parado e/ou avariado à frente. A figura geométrica triangular, por convenção internacional é empregada como sinal de perigo para o trânsito viário;

Extintor de Incêndio (Art 92, Res. 809/95 e Res. 560/80) - Deve-se verificar a existência, capacidade e tipo adequado, se há conservação ou fixação deficiente, se o indicador de pressão registra uma pressão abaixo da recomendada, e se o mesmo encontra-se com a validade vencida. Importante equipamento, usado para apagar princípios de incêndio.

Freios de Estacionamento e de Serviço com Comandos Independentes (Art 92 e Res. 809/95) - Deve-se verificar a conservação e o funcionamento independente do freio de estacionamento (freio de mão ou similar).

Cintos de Segurança (Art 92, Res. 658/85, Res. 720/88 e Res. 809/95) - Deve-se verificar se a quantidade é suficiente, se o tipo está conforme, se os fechos estão operando eficientemente, e se a conservação, fixação e/ou funcionamento não são deficientes. Constitui-se equipamento obrigatório, e um dos mais importantes itens de segurança, reduzindo o número de vítimas fatais em acidentes de trânsito.

Roda Sobressalente, compreendendo o aro e pneu, macaco, chave de roda e chave de fenda ou outra ferramenta apropriada par deslocar a calota da roda compatíveis com o veículo (Art 92, Res. 767/93 e Res. 809/95) - Deve-se verificar a existência e se o tipo está conforme, além do estado de conservação dos mesmos. O pneu sobressalente deve estar em bom estado, seguindo as mesmas prescrições de uso e conservação dos outros pneus. A roda sobressalente e as ferramentas para sua colocação constituem fatores de segurança ao trânsito e meios para imediata reposição do aro que apresentar defeito, evitando prolongado estacionamento de veículos nas vias públicas e permitindo a normal fluidez da circulação.

Para-choques Dianteiro e Traseiro (Art 92, Res. 805/95 e Res. 809/95) - Deve-se verificar a existência, se estão excessivamente deformados e/ou com saliências cortantes, e se a dimensão, posição e pintura (do para-choque traseiro) estão regulamentadas. Os para-choques fazem parte dos equipamentos obrigatórios que os veículos devem possuir para que ofereçam as mínimas condições de segurança. A clara visualização da parte traseira dos veículos, especialmente daqueles transportadores de carga, a uma distância adequada, constitui-se num fator que aumenta a segurança do trânsito.

Rodas e Pneus
Verificar o estado geral, fixação das rodas (aro e/ou pneu) e calotas, diâmetros iguais nos 2 eixos. Deve-se verificar também a presença de todos os elementos de fixação das rodas (parafusos), e o estado de conservação. Em relação aos pneus, examinar o estado geral, designação, se há pneus diferentes no mesmo eixo, se algum deles possui saliências externas ou profundidade remanescente de qualquer banda de rodagem inferior a 1.6 mm, se o estado de conservação dos flancos e bandas não são deficientes, além da adequação ao uso estar de acordo com a designação do fabricante.
Sistemas e Componentes Complementares
Verificar quanto à sua existência, funcionamento, estado geral, dimensões, fixação e posicionamento.

Portas/Tampas e Fechaduras (Res. 809/95) - Deve-se verificar o estado geral de seus componentes, condições de abertura e fechamento, funcionamento das portas, das fechaduras, trincos e travas. Se há portas e tampas com componentes corroídos ou deteriorados, com deficiência de abertura e/ou fechamento e com as travas de segurança das portas e tampas quebradas, ou com as posições de bloqueio inoperantes.
Vidros e Janelas (Res. 747/90, Res. 784/94, Res. 809/95) - Deve-se verificar a existência dos vidros, conservação, visibilidade, funcionamento do sistema de acionamento e a existência de vidros de segurança. Os vidros não podem ter fissuras ou outras deficiências, nem possuir películas.

Bancos (Res. 809/95) - Deve-se verificar se a estrutura está comprometida ou com a fixação deficiente, e se o funcionamento das travas é eficiente.

Sistema de Alimentação de Combustível e Reservatório (Res. 809/95) - Deve-se verificar, com o veículo posicionado no fosso de inspeção ou elevador, vazamentos de combustível (líquido/gasoso), existência de tampa do reservatório, fixação e/ou conservação e estado geral dos componentes.

Sistema de Exaustão de Gases (Res. 809/95) - Deve-se verificar, com o veículo posicionado no fosso de inspeção ou através de inspeção visual, a existência de silenciador de ruídos de explosão do motor, seu estado geral, se há corrosão acentuada, fugas de gases ou fixação deficiente.

Carroçaria (Res. 809/95) - Deve-se verificar, com o veículo no fosso ou elevador, o estado geral interior e exterior e a presença de deformações e/ou saliências cortantes, dimensões, distância do solo, assoalho interno e externo, para-lama, teto, corrosão acentuada ou trincas que comprometam a estrutura.

Chassi/Estrutura do Veículo (Res. 809/95) - Deve-se verificar, com o veículo no fosso, elevador ou através de inspeção visual, se o chassi/estrutura do veículo, ao longo de toda sua extensão, apresenta fissuras, corrosão ou deformações acentuadas que possam comprometer a sua integridade, e o estado das soldas, travessas, rebites de aço e suportes.


Baixe

...