segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Quimera


Se alguma perfeição , dentre as formas angelicais,
Fora impiedosamente expressa na tua carne.
És incomensuravelmente Sublime!
Não desejo saber se és real, ou onde existes,

Quero apenas contemplar-te e sonhar-te.
Embriagar-me com os devaneios induzidos pelo teu colo,
Pelos teus seios, pela tua boca e pelos teus cabelos.
Fada, dá-me o dúlcido ópio da tua metáfora!

Marlon M4
...